Remédios para coceira vaginal

In: Ginecologia On:

Remédios que podem ajudar a aliviar a coceira vaginal

Coceira vaginal é um incômodo desagradável e desconfortável para algumas mulheres que sofrem disso, às vezes pode até ser embaraçoso reconhecer. É também um problema que tem um grande impacto no cotidiano das mulheres.

Essa situação é causada pela irritação na pele da vagina e área genital externa e o tratamento para aliviar os sintomas depende principalmente da causa, por isso é essencial saber em primeira mão o que está causando a coceira, pois pode ser uma infecção, que, se não tratada corretamente, pode levar a um problema maior.

As causas que causam coceira ou coceira vaginal são diversas, podem ser causadas por coisas simples como o tipo de tecido de cueca, o uso de produtos químicos inadequados para pH vaginal ou menopausa, ou coisas mais graves como infecções fúngicas, bactérias ou Doenças Sexualmente Transmissíveis (DSTs)

Alguns dos remédios ou recomendações que podem aliviar a coceira vaginal incluem:

Cremes específicos

Uma das principais causas da coceira vaginal é a infecção fúngica, principalmente a candidíase vaginal, gerada pelo fungo Candida. Tal infecção é causada pelo crescimento excessivo de células dessa levedura na vagina ou na área íntima externa.

Uma infecção vaginal é bastante inofensiva e os sintomas geralmente diminuem rapidamente, no entanto, pode se tornar muito desconfortável. Portanto, existem várias opções para o tratamento e alívio de sinais, como cremes especificamente direcionados para tratar a infecção por leveduras, o uso de géis de higiene íntima adequados que ajudam a regular o pH vaginal, ou o uso de probióticos específicos para ajudar a tratar e prevenir recorrências desse tipo de infecção.

Aplicação de supositórios vaginais

Supositórios vaginais podem ser comprados e usados para tratar coceira interna, às vezes causada por vaginose bacteriana.

Esta é uma infecção causada por um desequilíbrio devido ao crescimento excessivo de bactérias boas e prejudiciais na vagina. Os sintomas – odor de peixe forte, secreção branca acinzentado, entre outros – podem ser muito desconfortáveis, embora desapareçam com o tempo.

Usando roupas íntimas confortáveis

Roupas apertadas ou roupas íntimas sintéticas podem causar maior desconforto e aumentar o risco de infecções por coceira vaginal, por isso é aconselhável usar roupas leves e roupas íntimas de algodão em vez de nylon. Assim, a área íntima pode suar corretamente.

Da mesma forma, deve-se tomar cuidado com alguns produtos utilizados durante a menstruação, como compressas, que podem causar irritação e coceira.

Pratique a higiene íntima adequada

É muito importante manter a área vaginal limpa e limpa, por isso, ao ir ao banheiro, devemos sempre limpar a área da frente para trás para evitar que as bactérias do ânus sejam arrastadas para dentro da vagina.

Especialistas recomendam o uso de um gel íntimo formulado com ingredientes ativos leves e não agressivos para limpar com segurança. O uso de sabonetes e produtos químicos pode irritar a área íntima, por isso é melhor optar por produtos sem fragrâncias. Como, por exemplo, Actifemme® íntimo.

Uso de lubrificantes

Outra causa de coceira vaginal é o ressecamento vaginal, que geralmente ocorre quando há uma queda nos níveis de estrogênio, devido, por exemplo, à gravidez, medicamentos, estresse, depressão ou menopausa e que afeta muito a vida sexual de uma pessoa.

O ressecamento vaginal pode ser acompanhado por outros desconfortos, como queimação, inflamação, coceira ou dor durante o sexo. Para diminuir os sintomas, os medicamentos podem ser recomendados para ajudar a controlar os sintomas ou aumentar os níveis de estrogênio.

Outra opção é aliviar diretamente o ressecamento vaginal usando um lubrificante ou produtos que estimulem a umidade natural, de modo que não seja um problema para a vida sexual de uma pessoa.

Uso probiótico

Outra alternativa para aliviar a coceira vaginal é o uso de probióticos que ajudam a aliviar e revestir a sensação e o desconforto causados pela coceira.

Uma recomendação?

Actifemme® ,suplemento dietético contendo 3 bilhões de probióticos com evidência clínica de MELHORA DA VAGINOSE BACTERIANA e PICOR VAGINAL.

Entre os principais benefícios que encontramos:

- Adjuvante ao tratamento antibiótico da Vaginose Bacteriana

- Contribui para a redução da taxa de recorrências

- Adjuvante aos tratamentos de fertilidade

- Contribui para a restauração da microbiota vaginal e para prevenir infecções bacterianas

Além disso, para aumentar o efeito desse probiótico oral e ajudar a proteger e recuperar a microbiota vaginal, recomendamos o uso diário Actifemme® Journal.

Comments

Leave your comment